Implante Capilar

A calvície é problema comum entre homens, gerando um envelhecimento global da face e redução da autoestima. O transplante capilar pode ser a solução para essa queixa.

Falar sobre transplante capilar não é tão simples: o assunto é delicado e com muitas nuances.  Elaboramos algumas respostas para as dúvidas mais frequentes.

O implante capilar surgiu há muitas décadas e vem passando por inúmeras atualizações nos últimos anos. Nos dias atuais, resultados absolutamente naturais são proporcionados por essa cirurgia. E o melhor: com recuperação muito mais rápida e praticamente indolor.

Como é feito o implante capilar BH

O implante capilar em Belo Horizonte MG envolve a remoção de folículos pilosos saudáveis de regiões que não são afetadas pela calvície e implantação dos mesmos na área calva.

A técnica mais realizada atualmente é a FUE (Follicular Unit Extraction), também conhecida como técnica do fio-a-fio. Uma fina agulha cortante é usada para a extração dos folículos de forma individualizada. Posteriormente, esses mesmos folículos são implantados na região calva.

O planejamento do implante leva em consideração a extensão da área calva, qualidade da área doadora, idade do paciente e características dos fios de cabelo (espessura, cor, ondulações). Cabelos lisos sabidamente são de extração mais fácil, mas são os cabelos grossos e anelados que costumam fornecer o melhor poder de cobertura para a área calva.

Assim, o desenho da região que irá receber o implante exige um planejamento minucioso, que dependerá da experiência da equipe e do consenso entre médico e paciente. A linha anterior é a assinatura do cirurgião e um dos detalhes mais importantes para assegurar naturalidade à cirurgia.

Preparo e procedimento

Antes de se indicar o implante, o paciente deve ser avaliado por um cirurgião plástico ou dermatologista especialista em cabelos. Não é toda queda de cabelo que deve ser tratada com cirurgia. Alguns tipos de queda de cabelo, por exemplo, devem ser tratados apenas com medicações e existem até mesmo alopecias que são contraindicações à cirurgia. Por isso, o primeiro passo é sempre a avaliação do especialista.

Quando indicado o procedimento cirúrgico, o paciente deverá fazer alguns exames laboratoriais simples para o preparo pré-operatório. A cirurgia é realizada sob anestesia local com sedação venosa leve, para garantir maior conforto ao paciente durante todo o procedimento.

Recuperação 

O paciente recebe alta no mesmo dia do procedimento, logo após breve período de observação pós-operatória. Em casa, os cuidados continuam. Não é permitido tocar na região receptora até que os enxertos (unidades foliculares implantadas) estejam completamente cicatrizados.

O retorno ao trabalho se dá no dia seguinte ao procedimento, desde que não envolva risco de contato com a região implantada. As atividades físicas podem ser retomadas 72 horas após a cirurgia, tomando-se o cuidado de evitar traumas na região receptora e exposição solar.

Os fios implantados sofrem um processo de queda no pós-operatório. Cerca de 30 a 45 dias após a cirurgia, quase todos os fios implantados já caíram. Eles voltarão a nascer gradualmente após o terceiro mês da cirurgia, atingindo o resultado final em 12 a 14 meses.

Recupere sua autoestima

É muito mais que cabelo: estamos falando de bem-estar, rejuvenescimento da face e sobre sentir-se em paz com a sua própria imagem.

Em caso de queda de cabelo persistente, principalmente se acompanhada de perda de densidade e afinamento dos fios, procure um especialista. Só um médico com conhecimento na área poderá te indicar o melhor tratamento.

Nossa clínica de transplante capilar em BH está de portas abertas para te receber e te ajudar nessa jornada em busca da restauração capilar mais adequada ao seu perfil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.