Tudo que você precisa saber sobre IMPLANTE DE BARBA

Os cuidados com a beleza da face e do corpo deixaram de ser exclusividade do público feminino.  A cada ano, aumenta o número de homens que buscam soluções na Cirurgia Plástica para cuidar da saúde e elevar a autoestima. 


E quando o assunto é a beleza masculina, não podemos deixar de lado uma das características mais valorizadas por eles: a BARBA. Assim como os cabelos para as mulheres, a barba é considerada um elemento visual muito importante para a virilidade e confiança dos homens.

A falta de barba e as falhas na região tem tratamento? Sim, o Implante de Barba!

Uma excelente alternativa, nesses casos, é apostar no Transplante de Barba ou Implante de Barba. Esse procedimento visa remodelar e adensar a barba,  embelezando e aumentado a masculinidade do rosto do homem.

Como é realizado o Implante de Barba? 

O procedimento cirúrgico é realizado em centro cirúrgico, com anestesia local e sedação. 

Primeiramente, é feita a retirada das unidades foliculares da parte posterior da cabeça – região occipital – por meio da técnica FUE. 


As unidades foliculares são retiradas uma a uma da área doadora, com o auxílio de uma ferramenta computadorizada que auxilia o cirurgião.

Após serem retiradas e selecionadas, as unidades foliculares são transplantadas para a região sem pêlos – que, no caso, é a barba.

 

3 Vantagens da técnica FUE: 

  • Trata-se de um método considerado menos invasivo, já que as unidades foliculares são retiradas uma a uma da área doadora, sem a necessidade de suturas e incisões maiores;
  • A técnica evita cicatrizes lineares aparentes, deixando evidente apenas micro pontinhos espalhados pela área doadora, o que se torna facilmente camuflado pelos cabelos da região;
  • O período de recuperação é considerado muito mais tranquilo, rápido e confortável para o paciente.

 

O efeito do implante fica natural? 

Sim, pois os fios da barba são transplantados respeitando a linha de implantação e a angulação naturais de cada paciente. 

No entanto, é importante ressaltar que esses pelos crescerão com a mesma qualidade e características da área doadora.

Isso significa que o médico responsável pela cirurgia deve analisar de forma minuciosa de onde retirar as unidades foliculares, escolhendo fios que mais se adequam a um implante de barba. 

Quando é possível notar o resultado? 

Os fios implantados crescem até cerca de 4 semanas pós implante. Posteriormente, caem e voltam a nascer gradualmente a partir de 3 meses, atingindo o resultado final com 12 meses. 

 

 

 

 

As principais dúvidas sobre o procedimento Implante de Barba

 

Existe alguma contraindicação para o Implante de Barba?

Sim, existem alguns fatores que são necessários para o sucesso do procedimento.
A princípio, o paciente deve ter uma boa área doadora,  estar em boas condições de saúde, não apresentar problemas graves de cicatrização cutânea e não apresentar doenças de pele que interfiram o crescimento dos implantes.

Implante e Transplante de Barba, qual é o termo correto?  

Ambos estão corretos, fazendo referência ao mesmo procedimento, que consiste na retirada de fios do próprio paciente para implantá-los em outra região do corpo.

Essa cirurgia é dolorosa?  

Não. O procedimento é considerado muito tranquilo para o paciente, tanto durante a cirurgia, como no período de pós-operatório. Em casos selecionados (quando o paciente é mais sensível) pode-se fazer uso de medicamentos analgésicos para alívio de possíveis desconfortos.

A barba após o transplante pode ficar muito volumosa? 

O volume final da barba varia de acordo com as características do paciente. Buscamos implantar o necessário para um bom resultado, respeitando os limites da região doadora e a naturalidade dos resultados.

Quantas sessões são necessárias? 

Depende de cada caso. Geralmente, para restaurar barbas falhas ou para a cobertura de cicatrizes, uma sessão é suficiente. 

O procedimento cirúrgico é longo?

Sim. O Implante de Barba é uma cirurgia detalhista e minuciosa, que pode levar cerca de 6 a 8 horas para ser realizada. O procedimento envolve processos como a preparação do paciente, a retirada das unidades foliculares, a separação dessas UF´s em microscópio e a implantação nas áreas falhadas.

O procedimento deixa cicatrizes? 

Na região doadora, as áreas de extração das unidade foliculares por FUE ficam com cicatrizes milimétricas. É incorreto dizer que não deixa cicatrizes: existem, sim, mas são muito pequenas.

Como é a recuperação? 

Durante o pós-operatório pode haver inchaço e vermelhidão local, sinais que desaparecem ainda na primeira semana. 

No primeiro mês após a cirurgia, recomenda-se que o paciente evite exposição ao sol e use um protetor solar. 

 “Fiz um Implante. Quando poderei raspar a barba novamente?” 

Após trinta dias do procedimento, quando o processo de cicatrização dos enxertos já se deu por completo, já é possível raspar a barba e utilizar o design que o paciente desejar. Antes desse período, a barba deve ser apenas aparada.

 Pessoas com calvície podem fazer Implante de Barba? 

Sim, a alopécia androgenética, ou calvície, não impede a realização do Implante de Barba. No entanto, o paciente deve avaliar o que ele vai priorizar: a restauração no couro cabeludo ou na barba, já que a quantidade de unidades foliculares na área doadora é finita.

Assim, se o paciente tiver vontade de realizar um transplante capilar e utilizar essas UF´s na barba, ele terá usado parte do seu “estoque” da região occipital.

Dá para realizar o implante no bigode? 

Sim! A técnica e os resultados são exatamente os mesmos para a barba e o bigode.

Quais cuidados essenciais após um Implante de Barba?  

Após a realização da cirurgia, é muito importante realizar um acompanhamento regular com o cirurgião, para a manutenção dos resultados.

Além disso, existem alguns cuidados básicos que o paciente deve adotar em casa com os pelos da barba, como:

  • Lavar a região antes e após se barbear, dando preferência para a água fria;
  • Escolher adequadamente um shampoo e um condicionador para a barba;
  • Evitar fazer a barba com frequência e apostar no uso de máquinas, evitando a lâmina para barbear (que pode ser agressiva);
  • Sempre cortar os pelos no sentido do seu crescimento e não no sentido contrário;

Dra. Iara Garcia  | CRM:55.707 RQE 38023

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Você tem outras dúvidas sobre implante de barba? Esclareça a sua pergunta ou agende a sua consulta pelo Whatsapp: 31 98461-8696

Compartilhar esse artigo

Não foi postado nenhum comentário. Seja o primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart